Pedreiro admite ter concretado jovem após ter feito sexo com ela

Um pedreiro de 56 anos foi preso em São Vicente, litoral sul de São Paulo, após ter admitido ser o autor do assassinato da jovem Joice Maria da Glória Rodrigues, de 25 anos.

Ela estava desaparecida há mais de uma semana, desde o dia 27 de setembro, e foi encontrada concretada em uma obra na Rua Senador Lúcio Bittencourt, no bairro Esplanada dos Barreiros, no município litorâneo.
Preso nesta terça-feira (05), o pedreiro afirmou que utilizou drogas ilícitas, manteve relações sexuais com Joice, estrangulou a jovem e depois a concretou na obra em que trabalhava.
No local do crime, foram encontrados pinos plásticos utilizados para guardar cocaína, bem como uma sacola com calcinhas. O corpo de Joice foi achado nu, com uma camisa em volta de seu pescoço. Além do pedreiro que confessou o crime, outro suspeito foi preso pela polícia.
Fonte: iG