Frutos de apreensão, celulares doados pela Receita Federal vão atender alunos da UFGD

A UFGD vai disponibilizar 358 aparelhos de celular em empréstimo para os alunos que não têm equipamento para acessar atividades de ensino remoto, a modalidade em que será retomado o funcionamento acadêmico da instituição a partir do dia 26, por conta da pandemia. Junto aos aparelhos, os estudantes também poderão solicitar o auxílio inclusão digital.

Edital divulgado pela Universidade nesta segunda-feira (12) orienta os estudantes quanto à forma de acesso a esse instrumento de apoio ao ensino remoto que será adotado durante todo o semestre de 2021. Serão 270 aparelhos destinados para estudantes classificados como perfil de vulnerabilidade socioeconômica, e 80 aparelhos para alunos indígenas e quilombolas.

Os estudantes interessados devem se inscrever a partir desta terça (13) até o dia 20, por meio do link https://forms.gle/oD4hY25piQTBQMUf8. Para os alunos sem acesso à internet, a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (PROAE/UFGD) fará atendimento presencial, no prédio da Reitoria da UFGD, das 13 às 17 horas, apenas nos dias úteis desse período.

Os celulares foram doados pela Receita Federal de Ponta Porã para a UFGD no dia 1 de julho. De acordo com o delegado da Receita Federal, Marcial Cezar Marques Pirrazo, é muito gratificante para os servidores da Alfândega de Ponta Porã saber que os aparelhos que foram apreendidos em situação ilegal terão uma nobre destinação, já que serão usados para que jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica tenham acesso à educação superior.

A contrapartida que a Receita Federal solicita é que os estudantes beneficiados com o uso dos aparelhos façam um minicurso sobre responsabilidade fiscal, para que possam compreender a dinâmica e a importância dos impostos e dos tributos pagos pela sociedade para a manutenção das atividades do setor público.

 

Fonte: Douranews